21/06/2011

Cantigas para festas Juninas

Olá pessoal

Estive lembrando de algumas cantigas de roda para esta época de festas juninas...
Eu tinha um disco, lembra deste tempo? é e nele tinham várias, procurei e achei a capa.....
Que tal ensinar aos pequeninos, vamos lembrar juntos as musicas e cantigas juninas...


Cai, cai, balão!

Cai, cai, balão! Cai, cai, balão!
Na rua do sabão
Não cai não! Não cai não! Não cai não!
Cai aqui na minha mão !

Cai, cai, balão! Cai, cai, balão!
Aqui na minha mão
Não vou lá! Não vou lá! Não vou lá!
Tenho medo de apanhar !

Capelinha de melão

Capelinha de melão
É de São João
É de cravo, é de rosa
É de manjericão

São João está dormindo
Não acorda, não
Acordai, acordai!
Acordai, João!

Isto é lá com Sto Antônio
(música de Lamartine Babo)

Eu pedi numa oração
Ao querido São João
Que me desse um matrimônio
São João disse que não!
São João disse que não!
Isto é lá com Santo Antônio!
Eu pedi numa oração
Ao querido São João
Que me desse um matrimônio
Matrimônio! Matrimônio!
Isto é lá com Santo Antônio!

Implorei a São João
Desse ao menos um cartão
Que eu levava a Santo Antônio
São João ficou zangado
São João só dá cartão
Com direito a batizado
Implorei a São João
Desse ao menos um cartão
Que eu levava a Santo Antônio
Matrimônio! Matrimônio!
Isso é lá com Santo Antônio!

São João não me atendendo
A São Pedro fui correndo
Nos portões do paraíso
Disse o velho num sorriso:
Minha gente, eu sou chaveiro!
Nunca fui casamenteiro!
São João não me atendendo
A São Pedro fui correndo
Nos portões do paraíso
Matrimônio! Matrimônio!
Isso é lá com Santo Antônio.
                
 Pedro, Antônio e João
(Osvaldo Santiago e Benedito Lacerda)

Com a filha de João
Antônio ia se casar
Mas Pedro fugiu com a noiva
Na hora de ir pro altar

A fogueira está queimando
E um balão está subindo
Antônio estava chorando
E Pedro estava fugindo
E no fim dessa história
Ao apagar-se a fogueira
João consolava Antônio
Que caiu na bebedeira.

Pula a fogueira
(de Getúlio Marinho e João B. Filho)

Pula a fogueira, Iaiá!
Pula a fogueira, Ioiô!
Cuidado para não se queimar
Olha que a fogueira
Já queimou o meu amor!

Nesta noite de festança
Todos caem na dança
Alegrando o coração
Foguetes, cantos e troça
Na cidade e na roça
Em louvor a São João

Nesta noite de folguedo
Todos brincam sem medo
A soltar seu pistolão
Morena flor do sertão
Quero saber se tu és
Dona do meu coração.

Chegou a hora da fogueira
(Lamartine Babo)

Chegou a hora da fogueira
É noite de São João
O céu fica todo iluminado
Fica o céu todo estrelado
Pintadinho de balão
Pensando no caboclo a noite inteira
Também fica uma fogueira
Dentro do meu coração

Quando eu era pequenino
De pé no chão
Eu cortava papel fino
Pra fazer balão
E o balão ia subindo
Para o azul da imensidão

Hoje em dia o meu destino
Não vive em paz
O balão de papel fino
Já não sobe mais
O balão da ilusão
Levou pedra e foi ao chão
                
 Sonho de papel
(música de Alberto Ribeiro)

E um balão vai subindo
Vem caindo a garoa
O céu é tão lindo
E a noite é tão boa!
São João! São João!
Acende a fogueira
No meu coração

Sonho de papel
A girar na imensidão
Soltei em teu louvor
Um sonho multicor
Ó meu São João!

Meu balão azul
Foi subindo devagar
E o vento que soprou
Meu sonho carregou
Não vai mais voltar!


 Festa do interior
(de Moraes Moreira e Abel Silva)
  
Fagulhas, pontas de agulhas
brilham estrelas de São João
babados, xotes e xaxados
segura as pontas do meu coração
bombas na guerra magia
ninguém matava
ninguém morria
nas trincheiras da alegria
o que explodia era o amor
ardia aquela fogueira
que me esquentava a vida inteira
eterna noite
sempre a primeira festa do interior.

Agora nós temos o áudio neste link:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Envie seus comentários, idéias, sugestões e receitas!